Automatização de pagamentos agiliza a liberação nos portos marítimos


LIBERAÇÃO NOS PORTOS MARÍTIMOS 1.png

 

O que distancia a chegada de mercadorias ao destino não é o mar, mas a burocracia para a liberação nos portos marítimos. O trânsito de documentos, apesar de burocrático, é extremamente necessário para a segurança do país. Imagine que você preparou mercadorias para exportação e escolheu a transportadora. Já tem registro de exportação, fatura proforma, carta de crédito, conhecimento de embarque marítimo, apólice do seguro e a lista de documentos continua a crescer. Com toda a papelada entregue, seus produtos ficam presos no canal. Seja ele o canal vermelho ou o laranja, o atraso se deu pela falta de uma cópia da NF. Está feito o embaraço aduaneiro.

Um simples documento embarga toda a transação. Além de atrasar a entrega, gera desconfiança por parte dos importadores. Erros como esse acontecem quando o processo é feito manualmente, elevando a possibilidade de falha na comunicação de informações. Os dados da transação precisam chegar aos fiscais que realizam o controle de mercadoria marítima, para que eles façam a liberação do transporte.

Mas será que é possível agilizar o desembaraço das cargas em cada ponto de parada? Automatizar a comunicação entre a sua empresa e os órgãos de fiscalização garantindo o envio automático de pagamentos já é realidade e assegura a antecipação por meio da terceirização do processo burocrático.

 

#Antecipação

Com o EDI (Eletronic Data Interchange) não há e-mail e nem correio através dos quais a informação se perca de modo que comprometa a performance das transações de transporte marítimo da sua empresa. Seja para exportação ou comércio entre fronteiras brasileiras, a solução oferecida pela Accesstage faz com que o seu negócio antecipe a liberação nos portos marítimos. Como isso é possível? O EDI envia informações para todos órgãos envolvidos no processo alfandegário (Marinha, Polícia Federal, Anvisa, Receita Federal e agências portuárias).

Todos os órgãos públicos precisam estar avisados com antecipação sobre a transação: saída de mercadoria pela via marítima e recebimento de valor correspondente. Antes do navio da transportadora atracar, os documentos de reconhecimento da carga ficam à disposição das instituições que garantem a segurança do processo de exportação. Com o EDI, é possível acompanhar todos os trâmites “ao vivo”, no momento em que estão acontecendo.

 

#Terceirização

Se você sabe que antecipar os processos evita atrasos, precisa ainda entender como terceirizar garante a solução de problemas antes que eles aconteçam. A logística de sua empresa é feita a muitas mãos e pode, por muitas vezes, estar dispersa entre colaboradores sobrecarregados por demandas diversificadas. Por ser um processo delicado e extremamente importante para a conclusão de transações, a terceirização pode ser a resposta para problemas recorrentes.

Um serviço terceirizado, feito por especialistas que, por meio do compartilhamento de informações facilitam o controle de mercadoria marítima pelos órgãos fiscalizadores, pode ser a resposta para problemas recorrentes enfrentados pela sua empresa. Perder de vista uma NF ou qualquer outro documento não fará mais parte do cotidiano da companhia. Deixando de investir em burocracia é viável focar no que é essencial para o seu modelo de negócio. Isso é possível por meio da terceirização, que é também um diferencial na busca por expandir a atuação de empresas no exterior.

A terceirização por meio da solução EDI é o que falta para que sua empresa desate os nós de logística na liberação nos portos marítimos. Se você ainda busca uma empresa confiável para facilitar o controle de mercadoria marítima ou precisa de informações sobre como fazer o melhor tipo de contratação para o seu negócio, aprofunde seu conhecimento sobre o trabalho da Accesstage.

New Call-to-action

Quero mais informações sobre soluções financeiras

Preencha o formulário que nós entraremos em contato.

Inscreva-se na newsletter

Informações sobre o mundo da conectividade financeira